3 passos para evitar a Diabetes Gestacional

Além da diabetes tipo 1 e tipo 2, existe também a diabetes gestacional, que é diagnosticada durante a gravidez. Normalmente, ela desaparece depois do parto, mas se não for tratada de forma adequada, mãe e bebê têm grandes chances de desenvolver diabetes tipo 2. Por isso, o ideal é tomar cuidados para evitar esse tipo de diabetes e garantir uma gravidez saudável. Confira 3 passos para evitar a Diabetes Gestacional.

3 passos para evitar a Diabetes Gestacional (Foto: Divulgação)
3 passos para evitar a Diabetes Gestacional (Foto: Divulgação)

3 passos para evitar a Diabetes Gestacional

A diabetes gestacional não deve ser confundida com uma diabética que engravida. Na verdade, esse tipo de diabetes se desenvolve no início da gravidez e se caracteriza quando os hormônios produzidos pela placenta reduz a ação da insulina, levando ao aumento do nível de glicose no sangue.

Existem alguns fatores de risco para a doença, como: excesso de peso durante a gestação, idade materna mais avançada, histórico familiar de diabetes em parentes de 1º grau e hipertensão arterial. Apesar de sua baixa incidência – estima-se que atinja cerca de 3 a 8% das gestantes – a diabetes gestacional coloca mãe e bebê em risco de desenvolver diabetes tipo 2 após o parto.

Por isso, é fundamental que a mulher grávida tome certos cuidados para diminuir esse risco. Abaixo, listamos 3 passos para evitar a Diabetes Gestacional.

 

  1. Consulte-se com médico regularmente

A diabetes gestacional não apresenta muitos sintomas, portanto, recomenda-se que toda gestante monitore os níveis de glicose com idas frequentes ao médico. Se possui histórico familiar da doença ou mais de 35 anos de idade, o alerta deve ser redobrado. A recomendação é realizar revisões médicas e exames regularmente para acompanhar sua saúde.

  1. Mantenha uma alimentação saudável

Alimentar-se de forma saudável é uma recomendação geral, seja para mulheres grávidas ou não. Mas uma dieta equilibrada é peça-chave para evitar a diabetes gestacional, mantendo a glicemia nos níveis aceitáveis. É importante comer regularmente, não pular refeições e, de preferência, fazer seis refeições diárias – sendo três refeições principais e lanches nos intervalos. O ideal é ir ao nutricionista para elaborar um plano alimentar personalizado.

Invista em carnes magras (como galinha e peixe), vegetais folhosos e verde-escuros (como brócolis e espinafre), carboidratos de alta qualidade, integrais, fibras, grãos e frutas. Evite o consumo de alimentos muito açucarados, doces, refrigerantes, sucos industrializados, farinha e massas.

  1. Pratique exercícios físicos

Inclua na sua rotina diária a prática de atividades físicas moderadas, como pilates, caminhada, corrida, ciclismo, natação e hidroginástica. Procure a ajuda de um profissional para indicar um treino adequado para gestantes e de acordo com suas condições físicas. O importante é manter-se ativa.

 

/* */