Alimentos cítricos ajudam diabéticos: entenda os motivos

As frutas cítricas são típicas de climas tropicais e subtropicais, ricas em vitamina C, e costumam ser lembradas quando o assunto é fortalecer o sistema imunológico, combatendo gripes e resfriados. As mais conhecidas são limão, laranja, tangerina e toranjas, por exemplo. Mas seus benefícios vão além, pois seus componentes nutricionais podem ser úteis no controle do diabetes. Alimentos cítricos ajudam diabéticos: entenda os motivos.

Alimentos cítricos ajudam diabéticos: entenda os motivos (Foto: Divulgação)
Alimentos cítricos ajudam diabéticos: entenda os motivos (Foto: Divulgação)

Alimentos cítricos ajudam diabéticos: entenda os motivos

Alimentos cítricos ajudam diabéticos e veja como fazer as melhores escolhas. As frutas cítricas, além de serem grandes fontes de vitaminas, fibras e minerais, possuem nutrientes chamados flavonóides, que têm efeito antioxidante e anti-inflamatório. Esses componentes cítricos ajudam no controle dos níveis de açúcar o sangue, pois ajudam a reduzir a absorção de açúcares no intestino.

Confira também: Alimentos sem açúcar e que fazem mal aos diabéticos

Além disso, a grande quantidade de vitamina C é muito importante para o bom funcionamento do sistema imunológico e cardiovascular, fundamentais para os processos de cicatrização – justamente um dos problemas enfrentados por diabéticos.

Estudos médicos apontam ainda que alimentos cítricos auxiliam na prevenção contra infecções bacterianas e virais, doenças relacionadas com coágulos sanguíneos e até mesmo contra o câncer.

Consuma mais alimentos cítricos (Foto: Divulgação)
Consuma mais alimentos cítricos (Foto: Divulgação)

Saiba mais informações sobre: 5 alimentos tão perigosos quanto o doce para os diabéticos

Vale lembrar que a hiperglicemia (quando os níveis de glicose no sangue estão muito elevados) pode desencadear outros problemas ao paciente diabético, pois o excesso de glicose leva a processos químicos nocivos aos vasos sanguíneos.

As principais complicações da doença são:

  • retinopatia (dano óptico),
  • nefropatia (dano nos rins),
  • neuropatia (dano neurológico) e microangiopatia e macroangiopatia (danos cardiovasculares).

Os efeitos antioxidante e anti-inflamatório já mencionados ajudam justamente a proteger o diabético contra esses tipos de complicações.

Não faltam motivos para os diabéticos incluírem frutas cítricas na dieta alimentar de forma regular. Mas não esqueça de procurar a orientação de nutricionista para garantir o consumo na quantidade adequada. Vejam mais alguns benefícios desses alimentos, sejam para pessoas diabéticas ou não:

Saiba como usar essas frutas (Foto: Divulgação)
Saiba como usar essas frutas (Foto: Divulgação)

Combate ao colesterol

As fibras presentes na casca e no bagaço das frutas cítricas ajudam a reduzir o mau colesterol e melhoram o funcionamento do intestino.

Saciedade

Não dispense o bagaço das frutas cítricas, pois ele proporciona mais saciedade. Assim, você se sente mais satisfeito e tende a comer menos.

Consuma muitas frutas deliciosas sempre (Foto: Divulgação)
Consuma muitas frutas deliciosas sempre (Foto: Divulgação)

Anemia

As frutas cítricas, por conta da ação da vitamina C, ajudam na absorção do ferro pelo organismo. Por isso costuma-se recomendar comer uma fruta cítrica, ou tomar um suco dela, sempre que comer carne, por exemplo.

A vitamina C, presente em grande quantidade nas frutas cítricas, também ajuda no combate aos radicais livres no envelhecimento da pele.

 

/* */