Confira o que não pode faltar na casa de um diabético

É perfeitamente possível conviver de forma tranquila com o diabetes. Basta seguir de forma correta o tratamento indicado pelo médico e aderir a um estilo de vida saudável. Tudo isso ajuda a controlar os níveis de açúcar no sangue e evitar complicações no futuro, que são comuns quando a doença está em níveis avançados. Portanto, para garantir qualidade de vida, o diabético deve ter cuidados diários com a saúde, que devem começar em casa mesmo e acompanhar o paciente aonde quer que ele vá. Assim, confira o que não pode faltar na casa de um diabético.

Confira o que não pode faltar na casa de um diabético (Foto: Divulgação)
Confira o que não pode faltar na casa de um diabético (Foto: Divulgação)

Veja também: Como baixar a diabetes rápido

Confira o que não pode faltar na casa de um diabético

O primeiro passo para ter uma convivência tranquila com o diabetes é conscientizar-se que a doença coloca o paciente em uma condição especial e que exige atenção redobrados nos hábitos do dia a dia para manter sob controle a glicemia (quantidade de açúcar no sangue) e, assim, garantir qualidade de vida. Para ajudá-los, listamos o que não pode faltar na casa de um diabético.

Veja o que não pode faltar na sua casa se tem diabetes (Foto: Divulgação)
Veja o que não pode faltar na sua casa se tem diabetes (Foto: Divulgação)

Balança

Balança: ter uma em casa ajuda a monitorar o peso. Tendo em vista que manter o peso ideal é uma das recomendações principais para os diabéticos, uma balança ajuda bastante nesse controle.

Confira também: Como controlar a diabetes

Controlar a diabetes é necessário (Foto: Divulgação)
Controlar a diabetes é necessário (Foto: Divulgação)

Aparelho de glicemia

Aparelho de glicemia: para medir a glicemia e controlar o nível de açúcar no sangue diariamente, é fundamental ter um aparelho glicêmico. Ele avalia as quantidades de glicose em uma gota de sangue retirada da ponta do dedo. Geralmente, recomenda-se fazer isto antes e depois das refeições para controlar o tipo e a quantidade de alimentos ingeridos – também é indicado antes de tomar a insulina para regular a dose da medicação. O médico pode ainda recomendar a medição em outros horários. Os valores de referência da glicemia são:

Normal Alterada Diabetes
Em jejum Inferior a 110 mg/dl Entre 110 e 125 mg/dl Superior a 126 mg/dl
A qualquer hora do dia Inferior a 200 mg/dl Superior a 200 mg/dl
Alimentação regrada é essencial para ter uma vida plena mesmo tendo diabetes (Foto: Divulgação)
Alimentação regrada é essencial para ter uma vida plena mesmo tendo diabetes (Foto: Divulgação)

Alimentos

Alimentos: uma alimentação saudável e equilibrada é peça chave para combater a obesidade e controlar os níveis de glicose. Abaixo, listamos alguns alimentos que podem ajuda a equilibrar a dieta.

Veja mais informações sobre: 4 agravantes da diabetes: informações, dicas

– Feijão: existem diversos tipos de feijão (carioca, azuki, vermelho, preto, branco) e todos são ricos em fibras, magnésio, potássio e proteína. Para você ter uma ideia, meio copo de feijão tem tanta proteína quanto uma grama de carne sem gordura saturada.

Tenha muitos cuidados com relação a diabetes (Foto: Divulgação)
Tenha muitos cuidados com relação a diabetes (Foto: Divulgação)
  1. Vegetais: vegetais de folhas verdes escuras (como espinafre, couve e escarola) são ricos em ferro, ácido fólico e cálcio. Além disso, possuem poucas calorias e muitas fibras, ajudando a equilibrar os níveis de açúcar. Eles ainda saciam a fome com baixos níveis de carboidrato.
  2. Alimentos cítricos: frutas como laranja e limão são ricos em fibras e vitamina C, que fortalece o sistema imunológico, aumenta a absorção de ferro e estimula a síntese de colágeno (proteína que garante a firmeza da pele). Como o diabético é mais sensível a infecções e processos inflamatórios, uma dose diária de vitamina C é fundamental.
  3. Grãos integrais: importantíssimo para o controle de glicemia, por conta da velocidade com que o açúcar é liberado na corrente sanguínea. O carboidrato deles é liberado mais lentamente e isso faz com que a glicemia não suba bruscamente e não há necessidade de uma grande dose de insulina.
  4. Iogurte natural desnatado: ele possui pouca gordura, pouco carboidrato e grande quantidade de proteína. É uma boa opção de lanche e pode ser combinado com nozes e frutas de baixo índice glicêmico como morangos.

 

/* */