Lista de mercado para diabéticos

Lista de mercado para diabéticos é importante para ajudar a manter a saúde em equilíbrio de pessoas com a doença. A dieta para diabéticos não deve ser limitada, mas sim, bem variada, com alimentos que auxiliam para controlar o nível de glicemia no sangue. A seguir, confira a alimentação ideal para combater a doença.

Lista de mercado para diabéticos. (Imagem: Divulgação)

Lista de mercado para diabéticos

É importante ressaltar que a dieta nutricional é individualizada e deve respeitar o estágio da vida de cada um. No entanto, o consumo diário de uma quantidade moderada de alguns alimentos podem trazer benefícios para a saúde do diabético. Confira a Lista de mercado para diabéticos:

Frutas

As frutas ajudam no consumo de menos calorias e mais nutrientes. A dica é utiliza-las em sucos, de 2 a 4 porções por dia.

Prefira as que apresentam menor taxa de açúcar: Morango, cereja, uva, ameixa seca e damasco seco.

Óleos

Óleo de soja e azeite de oliva são os mais indicados, pois são ricos em ácidos graxos poli-insaturados e ômegas 3 e 6. Essa combinação ajuda a diminuir os triglicérides. Porém são calóricos e podem ser consumidos de 1 a 2 porções por dia.

Cereais, pães, tubérculos e raízes

É muito importante se alimentar bem para manter o corpo saudável. (Imagem: Divulgação)

Os tubérculos, como a batata, e as raízes, tais como cenoura, mandioca e rabanete ajudam a controlar a absorção de carboidratos e gorduras do corpo. Arroz, macarrão, pães, biscoitos e cereais sem açúcar e do tipo integral também possuem fibras e funções semelhantes. O ideal são de 5 a 9 porções por dia.

Hortaliças

Lista de mercado para diabéticos também inclui cebola, alho, ervas, como salsinha, manjericão e orégano. O ideal é consumi-las cruas, mas se for refogar, utilize pouca quantidade de óleo. Evite ainda molhos para salada feitos com maionese ou de queijo. O azeite de oliva, em quantidade moderada (1 colher de sobremesa). O consumo indicado do alimento é de 4 a 5 porções por dia.

Carnes

Entre as carnes vermelhas, prefira filé-mignon, a alcatra e o lagarto que são mais magras. No caso do frango, dê preferência para o peito de frango e sem pele. Peixe é sempre à vontade, já que é fonte de ômega-3. Não exagere no peito de peru ou de frango, embutidos, devido a presença de sódio. O consumo diário deve ser de 1 a 2 porções.

Leite e derivados

O leite consumido deve ser desnatado e sem açúcar. Nas opções de iogurte, opte pelos de baixa taxa de gordura (ou 0%) e baixa caloria, sem adição de açúcar. Queijo para diabéticos deve ser branco (cottage, ricota e frescal). Evite creme de leite. A recomendação é de 3 porções, por dia.

Adoçante

O adoçante é item indispensável na Lista de mercado para diabéticos. Independentemente do tipo, esse é um produto indispensável para pessoas com diabetes. Pode ser usado para adoçar bebidas e na preparação de alimentos.

Alimentos que diabéticos devem evitar

Uma alimentação saudável é essencial para pessoas com diabetes. (Imagem: Divulgação)

A lista de alimentos para diabéticos não deve consumir é formada por produtos ricos em gordura trans, como óleos e gorduras hidrogenadas, gorduras industriais em sorvetes, chocolates, produtos de padaria, salgadinhos tipo chips, molhos prontos para saladas;

Evite ainda os cremes para sobremesa e óleos para fritura industrial.

Diabetes

é importante seguir as orientações do médico. (Imagem: Divulgação)

A Sociedade Brasileira de Diabetes aponta que o Brasil concentra 12 milhões de diabéticos. A doença é considerada crônica. Portanto, é preciso tratamento regular.

Medicação é importante, mas não é o principal. Uma pessoa com diabetes precisa ter um estilo de vida saudável. Isso inclui uma alimentação balanceada, mas sempre com o auxílio de um especialista. A prática de atividades físicas é um fator importante para controlar a doença aliado a Lista de mercado para diabéticos.

/* */